• in
  • insta
  • face
  • Fernando Garcia

Seguro de Placa Solar - o que você precisa saber

Atualizado: 16 de Dez de 2020



Você sabia que é possível contratar um seguro destinado à cobertura de danos ocorridos em sistemas compostos por placas/módulos solares e inversores, também conhecidos com kit fotovoltaico ou Sistemas de Energia Solar, que são instalados em residência, comércio ou indústria?


Sim, várias seguradoras já ofertam este tipo de seguro, que pode ser contratado tanto por pessoas físicas como por pessoas jurídicas.


Estarão cobertos os painéis/módulos solares, as estruturas de fixação, inversores, string box, cabos e conexões e controladores de carga.


O seguro tem uma cobertura básica que cobre danos de causa externa incluindo incêndio, queda de raio, explosão de qualquer natureza, vendaval, granizo e roubo e/ou furto qualificado. E é possível contratar adicionalmente outras coberturas como a de danos elétricos e a de responsabilidade civil, por danos causados a terceiros.


A cobertura inicia-se a partir do momento em que o Sistema esteja em Operação (instalado e gerando energia) e que estejam instalados em Residências, Comércios e Indústria, gerando energia para o seu próprio consumo.


Portanto, é preciso atentar que os danos ocorridos durante a instalação dos equipamentos não estarão amparados no seguro de Equipamentos Fotovoltaicos, sendo necessária a contratação de seguro de Riscos de Engenharia, Instalação e Montagem, que também é oferecido pelas Seguradoras.


E seu eu tenho um seguro residencial, preciso contratar um seguro para as placas solares que comprei?


Se sua apólice de seguro residência não tem uma cobertura adicional de placas solares, você deve sim, fazer o seguro específico para as placas ou ver com sua seguradora a possibilidade de agregar na apólice esta cobertura específica.


A mesma orientação vale para os seguros empresariais, já que neste ramo os equipamentos estariam amparados apenas pelas coberturas inclusas na básica que são incêndio, queda de raio e explosão, e também pelas coberturas contratadas de forma adicional, na maioria das vezes com valores inferiores ao valor do kit de placa solar, o que traria enorme prejuízo, quando de um sinistro.


Ainda não ficou claro porque eu devo contratar de forma isolada o seguro para meu kit solar?


É simples. Primeiro você precisa entender que uma apólice de Equipamentos Fotovoltaicos cobre riscos de causa externa, quaisquer que sejam eles, e adicionalmente danos elétricos, e Responsabilidade Civil.


Isso já não vale para o Seguro Residencial ou Empresarial, que define os tipos de riscos que estarão cobertos.


Por exemplo, se em uma apólice de Seguro Residencial ou Empresarial não for contratada a cobertura adicional de vendaval, não haveria cobertura para as placas, por danos causados por este evento, o que já não ocorreria na apólice de Seguro de RD Equipamentos Fotovoltaicos, que já este risco é coberto na básica.


Mas não é somente isso. Temos também a questão dos valores de coberturas. . Uma empresa que tenha um kit de equipamento solar de R$ 1.000.000, precisaria ter uma cobertura de vendaval de mais de R$ 1.000.000,(placas e telhados) para amparar os danos que poderiam serem causados pelo evento, e, nem sempre se conseguiria este valor no seguro empresarial, que normalmente disponibiliza para as coberturas adicionais, apenas um percentual do valor da básica. Imagine um dano de vendaval de R$ 1.000.000,00, no RD Equipamentos, a indenização chegaria a este valor; no Seguro Empresarial, estaria limitado ao valor da cobertura adicional contratada na apólice de seguro.


Neste mesmo exemplo temos também a questão de que o Seguro Empresarial define o risco de vendaval como ventos acima de 54 km/h para dar validade a cobertura, ou seja, dentro do Seguro Empresarial, um risco poderia ser negado pela seguradora e o mesmo evento seria atendido, se fosse contratado dentro da apólice de Equipamentos fotovoltaicos.


Outro fator que também deve ser analisado, é que o no caso de seguros empresariais, a cláusula de rateio passa a valer também para o kit solar, ou seja, será necessário que o VR (valor em Risco) da cobertura básica do seguro, seja compatível com o valor segurado, caso contrário, em um evento de sinistro com as placas que seja coberto pelo seguro empresarial, o valor a ser indenizado pelo equipamento poderá ser menor do que o prejuízo, caso o VR apurado no momento do sinistro seja inferior ao real, o que fará com que o segurado participe proporcionalmente do prejuízo, reduzindo o valor a ser indenizado.


Isso já não aconteceria no seguro de RD Equipamentos Fotovoltaicos, já que o valor segurado é o valor em risco, dado pela NF (Nota Fiscal)


E o seguro é caro?


Posso garantir que Não! Varia na faixa de 0,8 a 0,9% do valor do bem, a depender das coberturas e franquias. Que tal, solicitar uma cotação pra gente. Aqui você tem o melhor seguro com a melhor orientação.


Que tal receber uma cotação sem compromisso? Faça seu pedido aqui


E aí gostou? Compartilha nas suas redes para que outras pessoas saibam mais e deixa um comentário pra gente.

















Todos os direitos reservados ® para Segunda Opinião

Logofernandogarciasemfundo.png

Trav. Barão do Triunfo, 3540

Ed Infinity Corporate Center, Sala 315

Marco - 66095-055 - Belém PA

ATENÇÃO: Em cumprimento a legislação vigente, Lei 8078/90 – CDC – Código de Defesa do Consumidor e da Resolução CNSP – Conselho Nacional de Seguros Privados – nº 382/2020, artigo 4º, Parágrafo 1º, IV, declaramos que todas as informações relativas as propostas, contratos de seguros e previdência complementar (privada), intermediados pelo Corretor Fernando Garcia, SUSEP 201025712, estão à disposição dos nossos clientes, segurados, e poderão ser solicitadas a qualquer tempo, por qualquer um de nossos canais de comunicação.